desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos

EUA: A FDA declara que uma forma de vitamina B6 é um fármaco, banindo efectivamente a piridoxamina dos suplementos dietéticos | 29Out2010 13:44:01

plant___drug_11177.jpg

A FDA (Entidade Reguladora Medicamentos nos EUA) baniu efectivamente uma forma de vitamina B6 que ocorre naturalmente, chamada piridoxamina, declarando que se trata de um fármaco, relata a American Association for Health Freedom. Respondendo a uma petição apresentada por uma empresa farmacêutica, a FDA declarou que a piridoxamina é "um novo fármaco".

Agora, todos os suplementos nutricionais que contenham piridoxamina serão considerados adulterados e ilegais pela FDA, que poderá forçar a entrada nas empresas que produzem vitaminas e confiscar esses produtos. Ver a história das entradas forçadas da FDA nas empresas que produzem vitaminas aqui: http://www.naturalnews.com/021791.html

A piridoxamina ocorre naturalmente no peixe, frango e noutros alimentos (http://en.wikipedia.org/wiki/Vitamin_B6), o que coloca a FDA na estranha posição de banir uma substância dos suplementos dietéticos muito embora já se encontre presente nos produtos alimentares.

A guerra da FDA contra a Mãe Natureza
Não é a primeira vez que a FDA declara que uma molécula natural é um "fármaco", ao mesmo tempo que ataca os suplementos nutricionais que contêm essa mesma molécula. Passou-se uma história semelhante com o arroz vermelho fermentado e as moléculas de lovastatina que ele contém e que baixam o colesterol elevado. As empresas farmacêuticas recorreram à biopirataria, arrancando a molécula do arroz vermelho fermentado para produzirem os seus actualmente famosos fármacos, as "estatinas". Uma vez patenteadas as estatinas, as Grandes Farmacêuticas e a FDA atiraram-se ao arroz vermelho fermentado, reivindicando que o suplemento estava "adulterado com produtos farmacêuticos".

Claro que não estava nada adulterado. Continha apenas uma molécula natural tipo fármaco, a estatina, que as empresas farmacêuticas copiaram e patentearam.

Seria como se as Grandes Farmacêuticas patenteassem a vitamina C e, em seguida, a FDA viesse reivindicar que todas as laranjas e limões estavam adulterados com fármacos porque contêm naturalmente a sua própria vitamina C.

É esta loucura que caracteriza a forma de actuação da FDA hoje em dia. Pode ler mais sobre a FDA no site do nosso canal na Internet, www.FDAreform.org, que é actualizado de poucos em poucos dia.

Será que esta decisão sobre a piridoxamina vai afectar os suplementos nutricionais? Sim, todos os suplementos que contenham esta forma de vitamina B6 podem agora ser declarados "adulterados" pela FDA. Os fabricantes desses suplementos podem ser presos e a sua actividade encerrada por participarem em "tráfico ilegal de fármacos". É esta a natureza da agenda da FDA, criminalizar as empresas que produzem suplementos nutricionais e limitar o acesso dos consumidores aos remédios da Mãe Natureza.

O "fármaco" piridoxamina, a propósito (que é apenas a piridoxamina), foi concebido para impedir a progressão da nefrotapia diabética (doença renal). O mais provável é que a FDA venha eventualmente a aprovar o "fármaco" para essa doença, ao mesmo tempo que defende que os suplementos de vitamina B6 que contêm a mesma substância química são inúteis e inertes.

Trata-se de outra táctica de opressão clássica da FDA: banir a erva, mas promover o fármaco que utiliza as mesmas substâncias químicas. O mesmo aconteceu com a efedra, uma erva da Medicina Tradicional Chinesa conhecida como ma huang. A FDA baniu a erva, afirmando que era "perigosa em qualquer dose", mas os produtos farmacêuticos que contêm exactamente as mesmas moléculas (efedrina) continuam a ser vendidos ao balcão como medicamentos para as constipações, o que significa que estão à disposição de qualquer criança sem receita médica.

O resultado final é o seguinte: as aprovações e proibições da FDA não têm nada a ver com ciência e têm tudo a ver com a protecção dos lucros das empresas farmacêuticas. Se uma empresa farmacêutica conseguir fazer dinheiro a vender uma vitamina como um fármaco, a FDA proíbe alegremente a vitamina e protege o fármaco. Se uma empresa farmacêutica conseguir arrancar moléculas da Mãe Natureza e patenteá-las, a FDA proíbe essas mesmas moléculas que se encontram na natureza.

Tudo isto aponta para a necessidade urgente de reforma da FDA. Uma nova petição exigindo uma verdadeira reforma da FDA será anunciada aqui, na NaturalNews, nos próximos dias.

12 de Fevereiro de 2009
por Mike Adams, o Health Ranger
Editor de NaturalNews.com

http://www.naturalnews.com/025606.html


Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários
Não existem comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

O Futuro
Tradutor
Procura
Arquivo
Perseguição Notícias

christian_persecution.jpg

Islão: matar e submeter

Jihad_sword_index.png

Carta de Notícias

Subscreva a carta de notícias "Acordem" de Xavier Silva


Email:
Subscrever RSS

RSS url_to_submit_my_site_sites_websites_submission_rss_sm_1.jpg

Como escapar?

Rescue_Portug__sun_.jpg

PORTUG___Sheeple_44_190.jpg

David Dees galeria
Música

Ouça música enquanto navega!

img_musica.jpg

Contacto
Online

Mortes iraquianas...

Mortes iraquianas devido à invasão norte-americana

Iraq Deaths Estimator

©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional