desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos

Victoria Grant (12 anos) explica como somos roubados pelos bancos | 10Set2012 16:55:25


Uma menina de 12 anos explica como estamos a ser defraudados e roubados pelos sistema bancário e por um governo cúmplice.

Foi há volta de 5 ou 6 semanas que a Vitória falou a um grupo de 600 pessoas num clube rotário. E vai-nos dar o mesmo discurso hoje. Eu vi-o, penso que uma semana mais ou menos depois de ter sido colocado na internet, e começou a circular e por isso rapidamente peguei no telefone e falei com o pai, Zane e convidei-os a vir cá e então, temos uma ocasião especial, Vitória, sobe aqui e faz a tua parte.

Já alguma vez se questionaram porque o Canadá está endividado?

Já alguma vez se questionaram porque o governo canadiano força os cidadãos a pagarem tantos impostos?

Já se questionaram porque os banqueiros dos maiores bancos privados estão ficando mais ricos e o resto de nós não?

Já se questionaram porque a dívida bruta nacional é mais do que 800 mil milhões de dólares? Ou porque gastamos 160 milhões de dólares por dia de juros com a dívida nacional? São 60 mil milhões de dólares por ano!

Já se questionaram quem recebe os 60 mil milhões de dólares?

O que descobri foi que os bancos e o governo conluiaram para escravizar financeiramente o povo canadense.

Vou partilhar convosco três pontos de referência importantes, os quais espero despertem suficiente interesse e preocupação para que vocês continuem a pesquisa por vossa conta e para que enfrentem o governo no sentido de pararem com este acto criminoso contra o povo do Canadá.

Primeiro faremos um exame breve do Banco do Canadá. Em segundo lugar veremos como funciona hoje o sistema bancário e por último oferecerei uma solução viável que nós podemos peticionar o nosso governo para que seja implementada.

Uma personagem muito pouco conhecida na história do Canadá é Gerald Grattan McGeer. Foi um advogado, membro do Parlamento e Presidente da câmara de Vancôver. A sua contribuição para o Canadá é provavelmente a maior da nossa história. Ele defendeu a criação do Banco Nacional do Canadá, cujo único objectivo é de criar e administrar o dinheiro do Canadá. Foi fundado em 3 de Julho de 1934 e pertencia a todos os canadenses.

Até à década de 70, devido ao Banco do Canadá, a dívida nacional canadense manteve-se num nível confortavelmente controlável. Até que o governo decidiu implementar o que hoje temos como o nosso sistema bancário moderno, que está a roubar o povo canadense.

Então como é que eles nos estão a roubar?

Permitam que lhes explique como funcionam hoje em dia os bancos privados e o governo. Primeiro o governo canadiano pede dinheiro emprestado aos bancos privados. A seguir eles emprestam o dinheiro (baseado na dívida) ao Canadá, com juro composto. O governo continua então a aumentar os impostos sobre os canadianos, ano após ano, de modo a amortizar o juro da dívida pública, em crescimento exponencial. O resultado é a inflação, menos dinheiro real para os canadianos poderem despender na economia, e o dinheiro real é usado para encher os bolsos dos bancos.

Da  mesma forma, o governo deu aos bancos a capacidade de emprestar dinheiro que não existe, na forma de empréstimos. Quando um banco outorga uma hipoteca, cujo significado literal é “compromisso de dívida” ou empréstimo, os bancos não estão, na realidade, a entregar dinheiro. Eles pressionam uma tecla no computador e criam dinheiro fictício a partir do nada. Eles na realidade não o possuem nos seus cofres bancários. Actualmente os bancos apenas têm 4 mil milhões em reservas MAS emprestaram mais de 1,5 biliões de dólares.

Para citar Graham Towers, “Cada vez que um banco faz um empréstimo, um novo crédito bancário é criado-novos depósitos-dinheiro fresco. Em termos gerais, todo o dinheiro novo sai do banco na forma de empréstimos. Como os empréstimo são dívida, então, no sistema actual, todo o dinheiro é dívida.”

O que acho interessante é que mesmo Jesus, em Mateus 21, expulsou os cambistas no templo porque estavam a manipular a moeda para roubar dinheiro ao povo.

Os bancos privados são como os cambistas em Mateus 21. Estão a defraudar e a roubar o povo do Canadá do seu dinheiro e, assim, da sua liberdade, e têm de ser impedidos.

Como deveria o sistema bancário funcionar?

Numa mal-afamada entrevista o Sr. McGeer perguntou ao Sr. Towers, “Pode me explicar porque é que um governo com o poder de criar dinheiro deveria entregar esse poder a um monopólio privado e a seguir pedir emprestado de volta e com juros, aquilo que o parlamento pode, ele próprio, criar, chegando ao ponto de bancarrota nacional?”

O Sr. Towers respondeu. “Se o parlamento quiser mudar a forma de funcionamento do sistema bancário, então isso certamente está nos poderes do parlamento.” Fonte: LYBIO.net

Noutras palavras, se o governo canadense precisa de dinheiro, pode pedir emprestado directamente do Banco do Canadá; os contribuintes pagariam os seus impostos para pagar ao Banco do Canadá; por sua vez, este dinheiro dos contribuintes seria injectado de volta na nossa infra-estrutura económica e a dívida seria cancelada. Os canadenses seriam de novo prósperos, utilizando dinheiro real como fundamento da nossa estrutura económica e não dívida como dinheiro.

Em relação ao dinheiro da dívida que é devida aos bancos privados, como o Royal Bank, nós simplesmente faríamos com que o Banco do Canadá imprimisse o dinheiro que é devido, entregasse-o aos bancos privados e, a seguir, limparíamos a dívida com o Banco do Canadá. E sim, temos o poder e direito legal para o fazer.

Concluindo, tornou-se dolorosamente óbvio, até para mim, uma canadense de 12 anos, que estamos a ser defraudados e roubados pelos sistema bancário e um governo cúmplice.

Que faremos para deter este crime? Que faremos para assegurar que a próxima geração viverá livre e desimpedida da economia baseada na dívida que os escraviza aos bancos?

Margared Mead disse o seguinte, e espero que todos vós se lembrem disto: “Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas pode mudar o mundo. De facto foi a única coisa que o fez.” Obrigado.



- Graham F. Towers, Governador do Banco Central do Canadá (de 1934 a 1955)
- “Gerry” McGeer, K.C., antigo presidente da Câmara de Vancôver, membro do Comité Governamental Canadiano sobre Banca e Comércio, que interrogou o Sr. Towers em 1939.




Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários
Não existem comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

O Futuro
Tradutor
Procura
Arquivo
Perseguição Notícias

christian_persecution.jpg

Islão: matar e submeter

Jihad_sword_index.png

Carta de Notícias

Subscreva a carta de notícias "Acordem" de Xavier Silva


Email:
Subscrever RSS

RSS url_to_submit_my_site_sites_websites_submission_rss_sm_1.jpg

Como escapar?

Rescue_Portug__sun_.jpg

PORTUG__Sheeple_45__190.jpg

David Dees galeria
Música

Ouça música enquanto navega!

img_musica.jpg

Contacto
Online

Mortes iraquianas...

Mortes iraquianas devido à invasão norte-americana

Iraq Deaths Estimator

©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional