desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos

Comentário ao vídeo “PORTUGAL DE TODOS: a lógica de uma nova economia” | 24Jun2014 19:39:28

zeitgeist-refuted_1.jpg

PORTUGAL DE TODOS: a lógica de uma nova economia
série documental “Aurora” – Movimento Zeitgeist em Portugal
https://www.youtube.com/watch?v=Skm57inNCZo 

Chamaram-me a atenção para este vídeo.
A minha opinião é que o Zeitgeist português está vestido de salvador do mundo quando de fato o que pretende é implantar uma ditadura mundial a pretexto dos problemas reais criados pela élite à qual, com ou sem conhecimento, estão a servir.


O meus comentários:
- Não são só os banqueiros e políticos que são corruptos, os cientistas também o são. O problema (pecado) é comum a todo o ser humano.
http://acordem.com/blog/tag/Conflito+de+Interesses 
http://www.tecmundo.com.br/pesquisa/16901-33-dos-cientistas-mentem-em-pesquisas-aponta-estudo.htm
 
- Se a maior parte da investigação científica é PAGA pela indústria, ela não pode deixar de ser tendenciosa para o lado do lucro. “Quem paga ao flautista é que escolhe a música".
http://www.testingtreatments.org/tt-main-text/background/foreword/

- Aumenta a preocupação de que a maior parte dos resultados científicos publicados é falso.
http://www.plosmedicine.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pmed.0020124

- O mais importante é a sabedoria e não a ciência.
Alguém comentou: 'O homem exibe o seu conhecimento ao voar mais rápido que o som, mas mostra a sua falta de sabedoria ao seguir na direcção errada'.

- “Feitiçaria que dá vida ao inanimado” – uma descrição perfeita da teoria darwinista da evolução.
O universo rebentou e transformou-se em algo a partir de absolutamente coisa nenhuma – zero, nada. E à medida que ficava maior encheu-se com ainda mais material que veio absolutamente de lado nenhum – Alan Guth, Abril de 2002, Discover Magazine

- Se somos fruto da evolução como é possível saber o que é certo e errado? Qual o padrão que permite afirmar o que é bom e o que é mau?
http://creation.com/morals-decline-linked-to-belief-in-evolution

- “Ao longo da história a falta de conhecimento levou o ser humano a desenvolver crenças  e a inventar rituais como forma de entender e estabelecer uma ordem  .... à medida que os conhecimentos científicos foram explicando .... substituindo as crenças, magias e superstições.”
Dizer que porque compreendemos algo na natureza então Deus não existe é o mesmo que dizer que porque temos conhecimentos de mecânica então Henry Ford é uma ficção – John Lennox

Provérbios 1:9      O temor do Senhor é o princípio da ciência


CIENTISMO

Cientismo: A adoração da ciência moderna predominante

“O cientismo não é a mesma coisa que ciência. A ciência é uma bênção, mas o cientismo é uma maldição. A ciência, quero dizer com isto o que os cientistas em atividade fazem de fato, é bem consciente e admiravelmente conhecedora dos seus limites, e admite, humildemente, o carácter provisório das suas conclusões; mas o cientismo é dogmático e mercadeja certezas. Está sempre pronto com a solução para todo o problema, porque acredita que a solução para cada problema tem que ser uma solução científica, por isso dá respostas científicas a questões não científicas. Devido à sua preferência por explicações totalitárias, o cientismo transforma a ciência numa ideologia, o que é, evidentemente, uma traição ao espírito experimental e empírico.”
Leon Wieseltier, Perhaps Culture is Now the Counterculture: A Defense of the Humanities, 19 May 2013; www.newrepublic.com/article/113299/leon-wieseltier-commencement-speech-brandeis-university-2013 [Wieseltier auto-descreve-se como sendo um humanista.]
http://creation.com/scientism-vs-science

[Halton] Arp concluiu que a ciência institucional, bem subsidiada na cultura ocidental, se tornou como a igreja medieval que muitos cientistas desprezam.  Toda a autoridade nas leis naturais passou para as mãos da ciência e a ciência outorga o seu poder em sucessores da sua escolha.  A Academia Nacional de Ciências é mencionada como um dos mais insignes dispensadores deste cientismo.   
    Além disso, os media adulam servilmente os cientistas, quase acreditando em toda e qualquer palavra que digam, da mesma maneira que o povo medieval o fazia em relação à igreja dessa época.  Arp chega à conclusão de que “o jornalismo de investigação, no que diz respeito à ciência, claramente não existe”.
https://answersingenesis.org/reviews/books/doppler-toppler/

- - Em nome da ciência
Autor: Robert P. Lockwood
Cientismo é uma crença filosófica que cresceu no rescaldo da Renascença europeia no século XIV, embora possa ser argumentado que as suas raízes são tão antigas quanto o gnosticismo do 1º século. O gnosticismo ensinava – e ensina hoje – que não há conhecimento além do conhecimento científico, mesmo quando o conhecimento científico era definido usando o sangramento para curar doenças dos humores. O cientismo – que tem pouco a ver com a verdadeira ciência – cria uma teologia da ciência.
    Tão pessimista e determinista como o calvinismo no seu pior, o cientismo baseia-se na falsa premissa de que as únicas verdades são científicas e desenvolve a sua própria teologia de aplicação à vida. Os seus aderentes alegam que as verdades científicas podem ser aplicadas a virtualmente qualquer aspeto da vida e cultura humanas de modo a criar uma sociedade mais perfeita. Para compreender as implicações do cientismo aplicado, imagine a genética torcida e transformada numa base para o eugenismo.
    O cientismo atingiu o zénite no final do século XIX, quando abraçou tudo desde a frenologia ao comunismo como soluções científicas para as dificuldades que flagelam a humanidade.
    O grande inimigo do novo cientismo era a Igreja Católica. A retórica anti-católica da Reforma foi despida da sua teologia protestante e reinventada como um ataque secular à igreja “medieval” e “supersticiosa”. O Papa Pio IX (1846-1878) foi demonizado como sendo o inimigo do novo “liberalismo” (o qual não era assim tão liberal, estando enraizado como estava no nacionalismo e no racismo). A ciência deveria tomar o lugar das crenças religiosas e este cientismo iria libertar a humanidade das algemas da fé e da história. O progesso humano seria inevitável debaixo da bandeira da ciência.
    [...] Um trabalhador voluntário descreve uma visita de um jovem cientista alemão que tinha trabalhado no programa de mísseis V2 de Hitler que aterrorizou a Inglaterra. “Nós cientistas”, disse ele ao trabalhador voluntário, “sabemos as nossas limitações e... temos noção de que somos mais perigosos do que benéficos. Apenas os médicos ainda retêm a sua prepotência do século XIX e até imaginam que um dia conseguirão produzir a vida. A ciência”, acrescentou, “nunca criará algo que não esteja já criado nem consegue explicar nenhum mistério. Vive num mundo de quantidade e ignora a qualidade.” Uns meses depois Hiroshima era destruída pela primeira bomba atómica.
http://www.catholic.com/magazine/articles/in-the-name-of-science

- - O homem moderno educou-se a si próprio na imbecilidade
http://acordem.com/blog/26252//

A bênção da humildade
http://www.chamada.com.br/mensagens/humildade.html


A solução para os problemas do mundo são, segundo o Zeitgeist português:

- o método científico aplicado a todos os componentes da sociedade, deixando um pequeno campo livre, só para parecer bem e não dar uma ideia muito pesada de totalitarismo científico.

- uma rede de controle com cada vez mais aparelhos wi-fi e mais radiações electromagnéticas e de rádio o que implica o aumento do cancro e outras doenças e a inexistência de privacidade, tudo em nome da “sustentabilidade” e do “bem” comum (Agenda 21).

- um cartão ID pessoal com toda a informação, um passo na direcção da obrigação de todos serem chipados, do controle total do ser humano. A instalação de um governo mundial único, a Nova Ordem dos Illuminatti (Satanás).

Infelizmente está determinado que isso vai acontecer.
Também está determinado que os mansos herdarão a terra.

“O desejo de salvar a humanidade é quase sempre um disfarce para o desejo de controlá-la” – H L Mencken


A verdadeira solução para os problemas do mundo

A verdadeira solução para os problemas do mundo são os “nãos” bíblicos:

“Os filhos dos leões necessitam e sofrem fome, mas àqueles que buscam ao Senhor bem nenhum faltará.” (Salmo 34:10)

Muitas pessoas mundanas têm ressentimento contra a Bíblia por considerarem que é um livro de proibições, como, por exemplo, no caso dos Dez Mandamentos. Contudo, a realidade é que muitas das mais preciosas promessas de Deus usam a palavra “não” (nenhum, nunca, nada) numa forma diametralmente oposta, não listando proibições, mas provisões!

Como um belo exemplo, temos o versículo de abertura do muito estimado Salmo 23 – “O Senhor é o meu pastor: nada me faltará”. Ou, como nas palavras do Salmo incial, “àqueles que buscam ao Senhor bem nenhum faltará.”

Existe a grande promessa de salvação e vida eterna: “Quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação” (João 5:24). A seguir à salvação temos a promessa de orientação divina. “quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida” (João 8:12). Com tantas promessas podemos regozijar-nos com o salmista: “ O Senhor... está à minha mão direita, nunca vacilarei. Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor o sustém com a sua mão" (Salmo 16:8; 37:24). Não importa quão grande a provação, o Senhor não nos deixará. “Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão” (Isaías 43:2).

A Palavra de Deus e os propósitos de Deus nunca podem falhar. “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Mateus 24:35). “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mateus 16:18). “O pecado não terá domínio sobre vós” (Romanos 6:14).

Não devemos nunca ressentir-mo-nos contra as ordens “negativas” divinas, pois as Suas promessas misericordiosas do “não” são muito superiores!
http://www.icr.org/articles/type/6/


X Silva







Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários

Por: SpqCc35X | 04Mar2015 02:23:55

AFAICT you've coreevd all the bases with this answer!

Por: Augusto Salgado | 24Fev2015 14:06:33

Concordo na integra e de Verdade!....Pois Jesus Cristo é de todos os Povos e Nações.....

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

O Futuro
Tradutor
Procura
Arquivo
Perseguição Notícias

christian_persecution.jpg

Islão: matar e submeter

Jihad_sword_index.png

Carta de Notícias

Subscreva a carta de notícias "Acordem" de Xavier Silva


Email:
Subscrever RSS

RSS url_to_submit_my_site_sites_websites_submission_rss_sm_1.jpg

Como escapar?

Rescue_Portug__sun_.jpg

PORTUG__Sheeple_45__190.jpg

David Dees galeria
Música

Ouça música enquanto navega!

img_musica.jpg

Contacto
Tráfego




Online

Mortes iraquianas...

Mortes iraquianas devido à invasão norte-americana

Iraq Deaths Estimator

©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional