desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos

A Igreja e o mundo à beira do desastre! Profecias de Fátima desenrolando-se perante os nossos olhos! | 28Out2014 19:46:09

enews_email_letter.png


Que o mundo está à beira de uma violência sem precedentes é mais do que especulação: é um medo universal baseado em fatos, que é palpável e indiscutível. Já não repousa apenas em profecias. Os eventos diários movem-nos cada vez para mais perto de um cataclismo que vai envolver as principais forças militares do mundo.

A Nossa Senhora de Fátima avisou-nos que se não fosse obedecida, "nações serão aniquiladas." (Ver: "Profecias já cumpridas: Os quatro castigos".)
http://www.fatima.org/essentials/message/ww11chastise.asp
Pode-se argumentar que as nações são entidades políticas ou geográficas em mudança, e que o mapa do mundo nunca permanece o mesmo de uma geração para a seguinte. Mas a palavra "nação" refere-se aos povos daquela nacionalidade. Por exemplo, a Polónia como país deixou de existir entre 1795 e 1919. A nação polaca (ou seja, o povo) não foi aniquilada. Em 1795, a nação polonesa continuou a existir, de então até 1919 e até este dia. Nossa Senhora estava certamente a falar de outra coisa que não as habituais mudanças geopolíticas e reconfigurações que a história apresenta continuamente. As Suas palavras implicam uma violência súbita. E tal leitura é apoiada pelo que Nossa Senhora disse à irmã Inês em Akita, no Japão, em 1973 (ver: "Nossa Senhora de Akita").
http://www.catholictradition.org/Mary/akita.htm

Que a Mensagem de Akita é uma explicação adicional de parte da Mensagem de Fátima é amplamente aceite por aqueles que têm estudado cuidadosamente estas duas aparições aprovadas pela Igreja. De fato, argumenta-se que Akita é uma divulgação parcial da parte não revelada do Terceiro Segredo de Fátima. (Ver: "III Guerra Mundial e pior?" e The Fatima Crusader, Nº 107).
http://www.fatimacrusader.com/cr82/cr82pg11.asp
http://www.fatimacrusader.com/cr107/cr107.pdf

A aniquilação de nações para a qual Nossa Senhora nos alertou - referindo-se a povos de várias nações sendo dizimados - pode já ter começado com o surgimento do novo Estado Islâmico (ISIS), com a sua intenção de matar todos os que não concordam com eles.

O Santo Padre recentemente fez a afirmação chocante de que a Terceira Guerra Mundial está começando agora, de forma fragmentada. (Ver: "O Papa Francisco Avisa III Guerra Mundial a conta-gotas já começou".)
http://www.fatima.org/news/newsviews/newsviews091714.asp
A implicação é que as guerras locais, eventualmente fundir-se-ão em grandes conflitos regionais que inevitavelmente envolverão as grandes potências. Junto com o Oriente Médio, a Ucrânia é um exemplo desse processo agora em curso.

A expansão da Rússia em direcção aos seus antigos territórios, como a Criméia, está sendo acompanhada por uma crescente ameaça de usar armas nucleares, no caso do Ocidente tentar cercar a Rússia através de posicionamentos da OTAN ou destruir a sua economia através de sanções.

Mas tão assustadoras que sejam as previsões de Nossa Senhora sobre a aniquilação de nações, ainda mais preocupante são as palavras com que Ela começa o Terceiro Segredo: "Em Portugal, o dogma da Fé sempre será preservado ..." Porquê singularizar Portugal a menos que essa nação venha a ser uma exceção? Nossa Senhora está-nos dizendo claramente que a desobediência aos Seus comandos vai levar não só a castigos mundiais, mas a um colapso muito difundido da Fé.

A mensagem de Akita apoia esta conclusão, pois Nossa Senhora disse à irmã Inês que viria um tempo em que cardeais se oporiam a cardeais e bispos se oporiam a bispos. Nossa Senhora disse que os sacerdotes que A honram seriam ridicularizados por seus colegas padres. A perseguição obstinada do Padre Nicholas Gruner por sua fidelidade a Nossa Senhora de Fátima é uma ilustração dramática da realização dessa profecia. O que poderia precipitar uma situação destas a não ser uma enorme perda de fé entre a hierarquia?

À data da escrita deste texto, o Sínodo sobre a Família está chegando à sua conclusão em Roma. Desde a heresia ariana no século 4 que o ensino tradicional da Igreja não tem estado sob um ataque tão chocante pelos próprios bispos que se comprometeram a defendê-lo e a propagá-lo (ver: "Sínodo dá Sinal de Aprovação ao Pecado de Sodoma").
http://remnantnewspaper.com/web/index.php/articles/item/1161-synod-nods-to-sin-of-sodom

Foi relatado que, enquanto alguns bispos são exuberantes sobre alijar o ensino imemorial da Igreja sobre o casamento, adultério, prostituição e homossexualidade, outros bispos estão chorando enquanto testemunham o que sempre acreditaram ser impossível: um Papa a presidir a um Sínodo que repudia de facto, se não de jure, os ensinamentos morais da Igreja, que são os próprios fundamentos da vida familiar e da pureza. (Veja: "O Sínodo Secreto faz o que Nós Esperavamos: Maldade").
http://remnantnewspaper.com/web/index.php/articles/item/1138-the-secret-synod-does-what-we-expected-evil

Há agora muita controvérsia sobre os documentos emitidos a partir do sínodo que pretendem dar um resumo dos seus trabalhos. Alguns bispos negam que eles representem a opinião da maioria da assembléia. Em termos práticos, tal questão é académica neste momento. O dano já foi feito e nenhuma discussão de minúcias sobre os documentos pode consertá-lo. O que precisamos é duma cruzada de oração e penitência.

Bispos e sacerdotes e leigos que têm estado ansiosos por livrar-se do ensino impopular da Igreja de que o casamento sacramental é indissolúvel, que o adultério e a fornicação são pecados mortais e que os atos homossexuais gravemente pervertem a própria ordem da criação, sentem-se agora justificados em abandonar tal ensinamento, ou mesmo condená-lo como fora de sintonia com a nova abordagem "pastoral" da Igreja.

Falar sobre o pecado sexual ou perversão vai agora ser equiparado a uma falha na caridade fraterna, um "farisa-ismo", que está em desacordo com a mensagem central do Evangelho, que é o "amor". Mas o amor sem verdade não é amor. É um falso sentimentalismo, muitas vezes baseado no desejo de evitar o conflito ou a condenação. É o que se chama o pecado do respeito humano, que prefere a aprovação dos homens à vontade de Deus.

Nossa Senhora de Fátima disse-nos para rezarmos muito pelo Santo Padre. Com o Papa Francisco a presidir ao que alguns estão chamando o sínodo mais desastroso na história da Igreja, rezemos muito mesmo. Somente a graça de Nossa Senhora pode iluminar o Santo Padre e movê-lo para obedecer a Ela, e nessa obediência repousa a salvação do mundo e de inúmeras almas.

Our Lady’s E-Newsletter: Outubro 2014






Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários
Não existem comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

O Futuro
Tradutor
Procura
Arquivo
Perseguição Notícias

christian_persecution.jpg

Islão: matar e submeter

Jihad_sword_index.png

Carta de Notícias

Subscreva a carta de notícias "Acordem" de Xavier Silva


Email:
Subscrever RSS

RSS url_to_submit_my_site_sites_websites_submission_rss_sm_1.jpg

Como escapar?

Rescue_Portug__sun_.jpg

PORTUG___Sheeple_39_190.jpg

David Dees galeria
Música

Ouça música enquanto navega!

img_musica.jpg

Contacto
Online

Mortes iraquianas...

Mortes iraquianas devido à invasão norte-americana

Iraq Deaths Estimator

©2017, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional