desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos

Documentos vindos a público levantam questões sobre o papel pessoal do Papa no novo escândalo financeiro do Vaticano | 21Fev2018 20:17:35

Pope_Francis_810_500_55_s_c1.jpg

Os documentos vazados obtidos pela LifeSiteNews ligam o próprio Papa a um novo escândalo no Vaticano e levantam sérias dúvidas sobre a sua reputação global como o "Papa dos pobres".

A LifeSiteNews obteve documentos internos da Papal Foundation, com sede nos EUA, uma instituição de caridade com uma história ímpar de assistência aos pobres do mundo, demonstrando que no verão passado o Papa fez um pedido pessoal e obteve, em parte, uma doação de US $ 25 milhões para um hospital dermatológico em Roma, propriedade da igreja e manchado pela corrupção, acusado de lavagem de dinheiro. Os registros da polícia financeira indicam que o hospital tem passivos superiores a mil milhões de dólares - mais do que a dívida nacional de cerca de 20 nações.

A doação causou revolta em membros leigos da Papal Foundation e algums apresentaram pedidos de demissão. Respondendo a perguntas da LifeSiteNews, os funcionários da Papal Foundation enviaram um comunicado onde afirmavam não ser prática sua comentar pedidos individuais.

Falando em doações em geral, a Papal Foundation disse que a sua missão não mudou. "Os subsídios para ajudar os necessitados em todo o mundo e com significado para o Santo Padre são revisados e aprovados por processos filantrópicos bem aceitos pelo Conselho e seus comités", afirma.

A filiação de laicos ou tornar-se um "mordomo" na Papal Foundation envolve a promessa de "dar US $ 1 milhão ao longo de não mais de dez anos com uma doação mínima de US $ 100.000 por ano". Esses dinheiros são investidos na criação de um fundo perpétuo para ajudar a Igreja.

No entanto, a maioria do conselho é composto por bispos norte-americanos, incluindo todos os cardeais norte-americanos a viver na América. A fundação concede subvenções de US $ 200.000 ou menos para organizações em países em desenvolvimento (veja uma lista de subsídios para 2017 aqui) através da Santa Sé.

De acordo com os documentos internos, o Papa fez o pedido para a enorme doação, que é 100 vezes maior do que as suas doações normais, através do Presidente do Conselho da Papal Foundation, Cardeal Donald Wuerl, no verão de 2017.

Apesar da oposição dos "mordomos" laicos, os bispos no conselho votaram em dezembro enviar um pagamento de 8 milhões de dólares para a Santa Sé. Em janeiro, os documentos revelam que os membros leigos levantaram alarme sobre o que eles consideram um grande uso indevido de seus fundos, mas, apesar dos protestos, outros US $ 5 milhões foram enviados, com o Cardeal Wuerl a não aceitar dissidências.

Juntamente com este relatório, o LifeSite publica três documentos vazados. Acesse-os aqui, aqui e aqui.


'Negligente ... deficiente ... irresponsável'

Em 6 de janeiro, o comissário que até então servia como presidente do comité de auditoria da Fundação, apresentou a sua demissão, juntamente com um relatório das graves objeções da comissão à doação.

Ele escreveu na sua carta de demissão que acompanha o relatório. "Na minha qualidade de chefe do Comité de Auditoria e administrador da Fundação, achei que essa concessão era negligente em caráter, deficiente na sua diligência e contrária ao espírito da Fundação. Em vez de ajudar os pobres num país do terceiro mundo, o Conselho aprovou uma enorme concessão sem precedentes, para um hospital que tem uma história de má administração, acusações criminais e falência."

"Se tivéssemos permitido tal imprudência nas nossas carreiras pessoais, nunca teríamos cumprido os requisitos para nos juntarmos à Papal Foundation, em primeiro lugar."

O relatório do presidente do comité de auditoria observou que os "US $ 8 milhões iniciais foram enviados sem qualquer documentação de apoio."

Afirmou também que o conselho eventualmente recebeu uma "pasta de informações com 6 cm de de espessura (na maioria em italiano)", mas carecendo de detalhes essenciais. O relatório assinala:

    Não havia folha de balanço. Não havia uma explicação clara de como os US$ 25 milhões seriam usados. Pedidos de subsídio normais são bastante específicos sobre como nosso dinheiro será usado. Enterrado no grosso arquivo estava apenas uma projeção financeira de uma página, denominada "Minuta para Discussão" mostrando:

    2017 1,6 milhões de euros LUCRO

    2018 2,4 milhões de euros LUCRO

    2019 4,4 milhões de euros LUCRO

    E, com base nesses dados, o nosso Conselho de Administração votou em conceder a este hospital falido US$ 25 milhões de nossos dólares ganhos arduamente. Para colocar isso em perspectiva, raramente damos acima de US$ 200.000 para um pedido de subvenção. Eu ressaltei o que NÃO HOUVE DILIGÊNCIA PROFISSIONAL APROPRIADA, apenas um monte de material irrelevante. Se os números apresentados fossem corretos, então essa empresa comercial deveria ir a um banco. Não precisam do nosso dinheiro. Se os números não fossem corretos, então não se poderia ter tomado uma decisão.

ROMA, 20 de fevereiro de 2018 (LifeSiteNews)

https://www.lifesitenews.com/news/leaked-docs-raise-question-of-popes-personal-role-in-new-vatican-financial?utm_source=LifeSiteNews.com&utm_campaign=2ed2b775f3-EMAIL_2018_02_20&utm_medium=email&utm_term=0_12387f0e3e-2ed2b775f3-402354785









Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários
Não existem comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

O Futuro
Tradutor
Procura
Arquivo
Perseguição Notícias

christian_persecution.jpg

Islão: matar e submeter

Jihad_sword_index.png

Carta de Notícias

Subscreva a carta de notícias "Acordem" de Xavier Silva


Email:
Subscrever RSS

RSS url_to_submit_my_site_sites_websites_submission_rss_sm_1.jpg

Como escapar?

Rescue_Portug__sun_.jpg

PORTUG__Sheeple_45__190.jpg

David Dees galeria
Música

Ouça música enquanto navega!

img_musica.jpg

Contacto
Tráfego




Online

Mortes iraquianas...

Mortes iraquianas devido à invasão norte-americana

Iraq Deaths Estimator

©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional