desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos

A Paixão de Cristo e a queda de Adão | 31Mar2018 16:58:30

Ada__771_o_Jesus_sc_copy.jpg

“Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo. E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim. E dizia isto, significando de que morte havia de morrer." - João 12: 31-33

A Morte e a Ressurreição do Nosso Senhor bendito não são apenas o ponto central da nossa fé, mas o centro da existência humana. Como disse Nosso Senhor, Ele atrairá “todas as coisas” para Si mesmo. Isto não foi uma hipérbole, ou uma mera declaração sobre a Sua morte na cruz, mas uma profecia sobre a natureza do julgamento de toda a humanidade.

Nosso Senhor bendito veio ao mundo para redimir os homens do pecado de Adão. Foi o pecado de Adão que trouxe o reino da morte ao mundo, mas foi através da morte de Nosso Senhor que a vida eterna fica possível. Em outras palavras, a paixão e morte de Nosso Senhor foram uma completa aniquilação do pecado de Adão e Eva. De fato, todo o desenrolar da Paixão pode ser visto como a resposta à queda dos nossos primeiros pais. Considere o seguinte:

Quando Adão e Eva pecaram, foram expulsos de um jardim. A paixão de Nosso Senhor começou no Jardim das Oliveiras. Depois que o pecado de Adão foi descoberto, Deus disse-lhe que pelo suor da sua testa ele iria comer o pão. No Jardim das Oliveiras, Nosso Senhor transpirou um suor de sangue [Lc 22,44] para nos dar o Seu Corpo, que Ele chamou Pão da Vida.

Deus amaldiçoou a terra e disse a Adão que "espinhos e cardos também te produzirá". Depois de ser preso, Nosso Senhor levou uma coroa de espinhos sobre a Sua cabeça.

No Jardim do Éden, Adão comeu o fruto de uma árvore que trouxe a morte. Em Jerusalém Nosso Senhor bendito carregou uma árvore morta a caminho para o Calvário.

No Jardim, Deus tomou uma costela do lado de Adão, enquanto ele dormia, para criar Eva. Na cruz, depois que Nosso Senhor entregou o Seu espírito no sono da morte, uma lança perfurou o Seu lado e do sangue e das águas que fluiram veio a Sua Noiva mística, a Igreja.

Quando Adão e Eva foram expulsos do Jardim do Éden, Deus negou-lhes acesso à Árvore da Vida. No Gólgota, o crucifixo de Nosso Senhor tornou-se a nova Árvore da Vida, e o Seu Corpo e Sangue tornaram-se o seu fruto.

Através de Adão, a morte entrou no mundo. Através da morte e ressurreição de Nosso Senhor, a vida eterna tornou-se possível para o homem.

A cruz é o centro de toda a criação. Ela estava presente no começo do mundo quando Deus dividiu primeiro os céus da Terra, e depois as águas da terra, da parte seca. Foi uma benção e uma perfeita expressão do Amor Divino; uma expressão que foi consumada com a morte de Nosso Senhor bendito.

Michael Hichborn, Presidente
Lepanto Insititute, 29 Março 2018







Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários
Não existem comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

O Futuro
Tradutor
Procura
Arquivo
Perseguição Notícias

christian_persecution.jpg

Islão: matar e submeter

Jihad_sword_index.png

Carta de Notícias

Subscreva a carta de notícias "Acordem" de Xavier Silva


Email:
Subscrever RSS

RSS url_to_submit_my_site_sites_websites_submission_rss_sm_1.jpg

Como escapar?

Rescue_Portug__sun_.jpg

Portug___Sheeple_42_190.jpg

David Dees galeria
Música

Ouça música enquanto navega!

img_musica.jpg

Contacto
Online

Mortes iraquianas...

Mortes iraquianas devido à invasão norte-americana

Iraq Deaths Estimator

©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional